METALIZAÇÃO A VÁCUO

METALIZAÇÃO A VÁCUO

Metalização a Vácuo é um processo simples, de deposição de um metal ex.: (Alumínio, Zinco, Inox, etc..) sobre plásticos; metais; vidro etc.. em geral, deposita-se alumínio sobre a peça, devido ao acabamento visual decorativo, ser similar ao cromado, o processo ocorre dentro de uma câmara fechada, de onde se retira o ar para formar um vácuo.

Podemos ter diversas aplicações como: Automobilística: (faróis, calotas, rodas, maçanetas, etc.), Industria Moveleira: (puxadores, pés de sofás, etc.), Cosméticos: (tampas de perfumes, bijuterias, salto de sapatos, enfeites, etc.), Construção Civil: (fechaduras, chuveiros, torneiras, sifões, etc.).

importante o acabamento das peças a serem metalizadas, garantido o produto final com excelente qualidade. Normalmente: primeiro é aplicado um verniz base, depois o processo feito na metalizadora e finalmente o verniz Top, para garantir a proteção e resistência mecânica da peça, sempre manuseando as peças com luvas para evitar marcas e oxidação, sempre em ambientes limpos. Cada ciclo da metalização tem seu custo fixo baixo. Processo totalmente livre de emissão de efluentes tóxicos, ecologicamente correto.

Além de ser o método mais eficiente, também é o que promove a melhor limpeza para que a superfície esteja perfeita para ser pintada mais tarde, principalmente se o material em questão for composto por superfícies metálicas. O jateamento faz com que a superfície fique limpa, seca e livre de contaminantes e ferrugens, garantindo uma boa performance nessa próxima etapa que é a pintura.

 

PERGUNTAS FREQUENTES

Para que serve?

O objetivo da metalização é conferir aspecto visual (beleza) ou funcional (reflexão). Não se deve pensar neste processo em busca de resistência mecânica da superfície metalizada.

Isso não significa que a resistência não exista. Na verdade, como está explicado no vídeo ao lado, após a metalização, aplica-se um verniz de proteção, sobre a peça, que dá resistência equivalente à pintura de automóvel.

 

Quanto custa metalizar?

É comum a comparação de preços de metalização e cromeação mas, isso não é possível. Não existe uma regra nesse sentido.Dependendo da peça a metalização pode ser mais barata ou mais cara que a cromeação, quando se fala na cor cromada.

Quando a metalização for feita em outras cores (dourado, bronze, azul, vermelho, etc), ela será mais barata que a cromeação, invariavelmente.

 

Cuidados nas peças a metalizar.

A metalização pode ser aplicada sobre plásticos e metais. Não há necessidade de que o plástico seja ABS Pode ser PS, PP, ABS, NY, PC, virgem ou reciclados.

No caso de reciclados é IMPORTANTE não haver mistura de duas ou mais resinas. As peças injetadas NÃO podem ter gordura. Quando houver necessidade de usar desmoldante no molde, ele deve ser especial, para evitar a oleosidade na superfície do substrato.

Deve-se evitar o manuseio com as mãos, usando-se luvas de tecido fino, que não solte pelos. O transporte das peças até a metalização deve ser de forma a isolar as peças de sujeiras.

O processo também pode ser aplicado em metais como Zamac, Alumínio, Latão, etc. No ferro também é possível mas a superfície deve receber um tratamento anterior para evitar a corrosão de dentro para fora.

 

Qual o impacto ambiental do processo?

É baixo e muito menor do que o da cromeação que usa banhos com metais pesados e necessidade de tratamento de efluentes.

A metalização usa verniz aplicado em cabine de pintura com filtros que retêm o material não aproveitado na peça e a metalização ocorre em câmara totalmente fechada, sendo que o alumínio não depositado na peça fica depositado na própria câmara.

Fonte : http://www.metalprintt.com.br/index.html

Whatsapp