Oxidação Negra

OXIDAÇÃO NEGRA

Óxido negro (ou oxidação negra) é um revestimento de conversão para materiais ferrosos, cobre e ligas de cobre, zinco, metais sinterizados e solda prata. Ele é usado para evitar corrosão, em situações não tão exigentes e para a melhorar o aspecto visual. É bastante usual impregnar a camada de óxido com óleo, cera ou verniz, para melhorar a resistência à corrosão. As grandes vantagens desse tipo de revestimento é a pequena espessura de camada e o baixo custo.

Materiais ferrosos

Nos materiais ferrosos (aços de baixa liga em geral), o óxido criado é o Fe3O4 (magnetita), que é resultado de uma reação química de oxidação do produto do banho com o ferro da superfície da peça, formando o óxido. Essa camada impede a formação do óxido vermelho Fe2O3 (ferrugem). A oxidação negra usualmente é feita através de banhos químicos, normalmente alcalinos (podendo ou não conter cromatos). Existem algumas especificações para a oxidação negra, dentre as quais se destaca a MIL-DTL-13924, que abrange quatro classes de processos para diferentes substratos.

Cobre

Óxido preto para o cobre, também conhecido pelo nome comercial Ebonol C, converte a superfície de cobre de óxido cúprico.

Zinco

Óxido preto para o zinco é conhecido pelo nome comercial Ebonol Z.